Studio Ghibli explica por que os pais de Chihiro se transformaram em porcos

Lançado de em 2001, A Viagem de Chihiro é o decimo terceiro longa metragem do famoso Studio Ghibli, sendo o filme mais bem sucedido da história do japão. Arrecadando mais de 200 milhões de dólares e ganhando o Oscar de animação em 2003.
Como todos sabem (ou deveriam saber), o longa conta a história de Chihiro Ogino, uma menina de dez anos que se encontra em mudança junto com a sua família, ao encontrar um vilarejo aparentemente abandonado, os pais de Chihiro resolvem parar para comer ali. Depois da orgia gastronômica, os pais da menina se transformam em porcos.
A história se desenvolve na jornada da garota para salvar seus pais.

Uma das grandes dúvidas de quem assiste o filme é: Afinal de contas, por que os pais dela se transformaram em porcos? Um funcionário do estúdio finalmente explicou.

Um fã do filme perguntou a Hayao Miyazaki, diretor da animação, no twitter e se surpreendeu ao receber uma resposta de mais de duas páginas. Nelas eles explicaram que os pais de Chihiro se transformaram em porcos porque a transformação representou a ganância durante a recessão japonesa dos anos 80.

A carta também explicou que a transformação era irreversível, a fim de refletir a natureza da ganância no mundo real. A carta continuou dizendo que Chihiro sabia que nenhum dos suínos no cercado eram seus pais porque sua mentalidade mudou graças as suas experiências no submundo. a carta explica que a história não é sobre uma menina com um “coração único” – é sobre uma menina que aprendeu a enfrentar seus medos através de um maior entendimento e apreciação da vida.

print_carta_a_viagem_de_chihiro_todossri

Conheça Kathryn Beaumont, a verdadeira Alice que a Disney se baseou

Kathryn Beaumont (nos dias de hoje com 77 anos), é a atriz responsável pela dublagem original da personagem Alice no clássico filme da Disney Alice no País das Maravilhas de 1951, e também Wendy em Peter Pan de 1963. Mas o que é desconhecido pela maioria é que Kathryn não só dublou quando tinha apenas 10 anos, mas também encenou a personagem para servir de referencia para os animadores da época. Técnica já usada anteriormente pelo estúdio em Cinderela (1950).

Alice_1

Alice_2

alice_3

alice_4

Clique para ver o post completo!

7 Famílias da Tv que vão te fazer agradecer pela sua

Está chegando o natal, aquela época maravilhosa  – onde seu tio faz a piada inédita do pavê e sua tia pergunta das namoradas (mesmo já sabendo a resposta). E nestes momentos de nossa existência que nos questionamos: Por quê nasci nessa família?

Mas a ficção está ai para nos mostrar que nós tivemos sorte. Veja as 7 famílias da Tv que vão te fazer agradecer pela sua.

The Simpsons (The Simpsons)

1_simpsons

Uma verdadeira família americana, Homer, Marge, Bart, Lisa, Maggie Simpson e seu cão fiel, Ajudante de Papai Noel, juntos são a imagem da disfunção. Marge exibe infinita paciência seu marido insuportável, permitindo Homer ser um comedor de donuts inútil. Bart um menino rebelde que só sabe arranjar confusão e sua irmã exibida, Lisa. Além de Maggie que só contribui para o caos.

The Mikaelsons (The Originals)

2_the_originals

Os Mikaelsons são, desta lista, a família disfuncional mais antiga, eles já tem mais de 1.000 anos juntos. E com tanto tempo de sobra, a única coisa que resta pra fazer quando se está entendiado é mentir, ameaçar, trair e, porque não, colocar uma adaga no peito do seu irmão e trancá-lo em um caixão.

The Bates (Bates Motel)

3_bates_motel

Provavelmente a relação mãe-filho mais bizarra da tv. Sempre beirando ao incesto em cenas agoniantes que só te fazem querer desligar a tv e ir tomar um banho. O fim disso todo mundo já sabe. Um filho psicopata e uma mãe morta.

 

The Lannisters (Game of Thrones)

4_got

Você deve estar se questionando porque não são os Starks nesta lista – Afinal eles foram mortos, estuprados, torturados e separados. Porém, apesar de todas as desgraças que aconteceram com os Starks, eles se amavam e – pelo menos tentaram – se manter unidos, já os Lannisters preferem destruir a si mesmos. Com muita violência, jogos e ameaças.

 

The Griffins (Family Guy)

FAMILY GUY: Join the Griffin family in the "Road to the Multiverse" season premiere episode of FAMILY GUY airing Sunday, Sept 27 (9:00-9:30 PM ET/PT) on FOX. THE SIMPSONS ™ and © 2009 TCFFC ALL RIGHTS RESERVED.

Quer um exemplo que vai fazer você agradecer não fazer parte da família dos Griffins? Stewie, a criança que fala, está constantemente pensando em maneiras de matar sua mãe e dominar o mundo.

The Drapers (Mad Men)

6_mad_men

A primeira vista a familia de Don Draper parece família de comercial de margarina (ou melhor, de um kodak carousel). As competências maternas de Betty eram muitas vezes questionáveis. Já pela parte de Don, que vivia bebendo e saindo com outras mulheres, não vai fazer ele ganhar o premio de pai do ano.

The Whites (Breaking Bad)

Breaking Bad
Tudo estava indo muito bem com eles até Walter ter câncer e, posteriormente, tornar-se um traficante de drogas e obcecado por poder. Sua esposa, quando eventualmente descobre o que seu marido anda fazendo, fez o que toda família feliz faria: Ajudou o seu marido a lavar o dinheiro que ganhou com o trafico.

Atores que passaram por incríveis transformações para interpretar um papel

Quem pensa que o trabalho de um ator é fácil está muito enganado. Muitas vezes é preciso passar por mudanças no corpo para interpretar um papel. Um bom exemplo é o ator australiano Chris Hemsworth – também conhecido como “aquele cara bonitão que faz Thor”, fez uma dieta de 500 calorias para o filme ‘No coração do mar”, longa baseado no clássico de 1851, Moby Dick. Confira outros atores que passaram por incríveis transformações para interpretar um papel.

1

Chris Hemsworth em “No coração do mar” (2015).

2

2-2

Matthew McConaughey engorda para fazer o filme Gold (2016).

3

Robert Downey Jr. em “Trovão Tropical” (2008).

4

Christian Bale em “O Operário” (2004).

Clique aqui e veja o resto do post!

Assim que eram feitos os filmes antes do CGI

Nos anos 80 e 90, antes da criação e da popularização da computação gráfica, o famoso CGI, os cenários tinham que ser criados a mão pelos artistas. Muitas vezes os estúdios optavam pela criação de miniaturas para takes do cenário.

Dan Ohlman, um ex-marceneiro apaixonou-se pela arte com miniaturas na década de 1980 e, em 1989, abriu o Palais de la Miniature em Lyon, França.

“O arranjo subtil de iluminação, eplicação meticulosa de texturas antigas, o uso dos mesmos materiais originais. Tudo isso contribui para a criação boas miniaturas.”

Localizado num edifício do século 16 no centro histórico da cidade, Musée Miniature et Cinéma é um museu que abriga 5 andares com mais de 100 conjuntos de sets em miniatura. Confira o trabalho deles.

realistic-miniature-rooms-museum-cinema-dan-ohlman-france-1

realistic-miniature-rooms-museum-cinema-dan-ohlman-france-2

realistic-miniature-rooms-museum-cinema-dan-ohlman-france-3

realistic-miniature-rooms-museum-cinema-dan-ohlman-france-4

realistic-miniature-rooms-museum-cinema-dan-ohlman-france-5

Clique aqui e veja o resto do post!